Últimas Notícias

  O Instituto do Coração do Triângulo - ICT foi criado em maio de 1996, destacando-se pela introdução na América Latina do arquivo de imagens médicas em CDs com transmissão pela Internet. Identificava-se uma marca: "o compromisso pioneiro da atualização tecnológica pelo melhor resultado para a vida." O foco nessa marca definiu, espontaneamente, a vocação de um grupo obstinado de profissionais dedicados à saúde. Criou-se no Triângulo Mineiro um diferencial histórico, amplamente reconhecido pela comunidade de profissionais da saúde, que estimulou transformações saudáveis em nosso meio.
  Seguindo essa tônica, o grupo foi pioneiro em Telemedicina, criando inúmeras contribuições, como: transmissões por protocolo Internet 2, telemonitorização de sinais vitais (eletrocardiograma, espirometria, entre outros), reuniões clínicas por protocolos de streaming de vídeo, vídeo-conferências multi-pontos etc. Também quanto as diferentes técnicas, introduziu no Triângulo Mineiro o implante de stents coronários, tanto os convencionais, em 1996, quanto os farmacológicos, em junho de 2002. Introduziu e divulgou, treinando mais de 30 centros nacionais e internacionais, a técnica de angioplastia coronária por via radial.
  Realizou os primeiros tratamentos de doenças da aorta através de endopróteses percutâneas, com publicações internacionais dessas contribuições originais. Iniciou os procedimentos de eletrofisiologia (estudos eletrofisiológicos e ablações por radiofreqüência) em nosso meio e detém o maior volume anual de casos tratados.
  Essas ações criaram benefícios não só ao ensino e pesquisa, mas também, e principalmente, sobre a assistência. Hoje, mais de 80% das cidades do Triângulo Mineiro estão conectadas ao ICT para interações clínicas e discussões de casos, em tempo real. São realizados cerca de 2700 cateterismos, 700 implantes de stents coronários, 250 ablações por radiofreqüência, 250 cirurgias cardíacas, entre outros procedimentos complexos a cada ano. A rede de Telemedicina, única a disponibilizar imagens pesadas (100MB) em tempo real através da Internet, permite discussões e uma segunda opinião médica de centros nacionais e internacionais, a critério do interesse dos pacientes, 24 horas por dia.